Blog PTX

pedro milheiriço

Lesões mais frequentes no padel por Pedro Milheiriço

O Padel é uma prática repleta de benefícios, mas não só…

Quer sejamos atletas Amadores ou Profissionais, devemos ter em conta e dar a maior importância à saúde do nosso sistema músculo-esquelético. No meio clínico, o Padel é conhecido por causar lesões bem específicas, que acabam por interferir tanto na prática desta modalidade, como no bem-estar

Lesões mais frequentes no padel por Pedro Milheiriço
Lesões mais frequentes no padel por Pedro Milheiriço

do nosso dia-a-dia.

Chamo-me Pedro Milheriço, e na qualidade de osteopata com mais de 20 anos de prática clínica e praticante de Padel deixo-vos neste artigo algumas dicas das lesões mais comuns e como as evitar.

Estas podem ser um incómodo para os praticantes e até mesmo forçar a sua paragem em casos mais avançados.

Começando pelo joelho, que é uma das articulações com maior exigência, a par das articulações do ombro e cotovelo, as lesões são inevitáveis, pois necessitamos de acompanhar o ritmo do jogo e as mudanças de direção repentinas sacrificam as articulações, devido ao impacto e à sobrecarga.

É importante uma boa manutenção, preferencialmente adaptada a esta prática, e sem a menor sombra de dúvida apostar na prevenção, que é uma mais valia para todos os atletas.

Já o ombro, sofre com o esforço repetitivo para além do impacto e da vibração. É uma região muito complexa, que tem a necessidade de estar forte e bem estabilizada para permitir a rotação exigida constantemente.

Conhecida como “dor de tenista” esta lesão está muito presente em atletas desta modalidade, sendo gerada também pelo esforço repetitivo da articulação. Exige bastante da musculatura e dos tendões, e em termos médicos chama-se epicondilite.

Para TRATAR esta patologia, entre outras, contar com um profissional, com experiência e especialização na área desportiva, trará grandes benefícios, pois ao corrigir pequenos desequilíbrios a nível de sistema músculo-esquelético, evitar-se-ão grandes problemas no futuro.

Importantíssimo é também apostar em aulas, dado que o aperfeiçoamento da técnica, reduz a probabilidade de lesão.

Sendo este desporto bastante assimétrico, as lesões na região lombar acontecem devido ao movimento repetitivo e posicional bastante exigente, afetando esta zona e dando-lhe maior desgaste. Na prática do Padel, o atleta gira constantemente o tronco sobre a perna de comando, acentuando o desequilíbrio ao nível da bacia.

Volto a referir:

é fundamental evitar ao máximo estas situações, apostando na prevenção.

Prevenir, melhorando a condição física, bem como fazer EXERCÍCIO físico específico adaptado e direcionado a cada prática desportiva.

É preciso destacar que a modalidade favorece o condicionamento físico, bem como a musculatura, a concentração, os reflexos, além de estimular o metabolismo dos lípidos. Associados a estes e igualmente importantes são também os aspetos emocionais, e o prazer que este desporto transmite a cada praticante, independentemente do seu nível, gera resultados bastante satisfatórios.

Para jogar Padel com prazer e de modo a prevenir lesões, existem algumas orientações básicas. A escolha de material adequado para o seu nível de jogo e objetivos será um aspeto importante, mas não é demais realçar que se deve dar especial atenção ao acompanhamento especializado para fortalecer e cuidar de pequenos desequilíbrios músculo-esqueléticos, que são extremamente importantes para a prevenção de lesões e uma vida saudável e FELIZ.

Pedro Milheiriço