Blog PTX

personal trainer

10 motivos para contratar um Personal Trainer

Treinar com um personal trainer é cada vez mais uma necessidade e não um luxo. Poder contar regularmente com o conhecimento e paixão de um especialista do corpo humano e do movimento poderá ser uma experiência de excelência e a decisão mais acertada quando se pretende treinar em segurança e com eficácia. A PTX.pt indica-lhe, neste artigo, 10 motivos para contratar um personal trainer.

1 – GARANTIA DE QUALIDADE:

Trabalhar com um profissional do exercício físico, vulgo personal trainer, é muitas vezes a garantia de que irá experienciar um treino que, independentemente das suas capacidades, irá ser ajustado à sua tolerância porque este é especialista no treino com resistências e saberá dosear a quantidade exercício físico que potencialmente irá originar adaptações positivas em si;

2 – TRABALHO INTERDISCIPLINAR:

Os personal trainers são profissionais treinados no treino de força, o seu espectro de trabalho é o desenvolvimento de tensão muscular de forma estratégica. Esta premissa permite que o trabalho interdisciplinar seja uma realidade, cada vez mais presente, porque o seu campo de intervenção está bem identificado.

Treinar com um personal trainer poderá contribuir para que treine de acordo com a sua capacidade e ser sinónimo de saúde e longevidade..
Treinar com um personal trainer poderá contribuir para que treine de acordo com a sua capacidade e ser sinónimo de saúde muscular e articular.

3 – MAIS SAÚDE:

O treino de força é provavelmente, acreditamos nós, um dos segredos da longevidade. Treinar de acordo com a sua capacidade é sinónimo de saúde muscular e articular, isto irá permitir que possa desfrutar de uma vida mais “rica” ao nível da sua motricidade.

4 – ASSERTIVIDADE

O conhecimento do corpo humano e a interpretação das nossas necessidades é um fator importantíssimo para o sucesso da sua relação com o treino. A abordagem generalista de pernas/braço e costas dá lugar a um processo de pensamento hábil que olha para o corpo como um sistema complexo e que necessita de espírito critico na hora de decidir o que é o indicado para si. Esta “ginástica” intelectual tem que estar presente a cada repetição a cada exercício.
Nós enquanto praticantes muitas vezes vamos tentar sabotar essa necessidade porque, muitas vezes, ligamos o piloto automático no sentido de tornar o treino mais fácil. No entanto, com um personal trainer o exercício deve ser cirúrgico e vai ajudá-lo a não cair nesse facilitismo.

Um personal trainer fará toda a diferença no processo de treino.
Com um personal trainer irá sentir a diferença desde o primeiro minuto do processo.

5- SEGURANÇA/ EFICÁCIA:

Com um personal trainer irá sentir a diferença desde o primeiro minuto do processo. A avaliação é, desde logo, um momento-chave para perceber a sua disponibilidade motora e adequar o programa à sua capacidade e aos seus objetivos. Desta forma, o profissional irá reunir o máximo de parâmetros em relação a si de forma a reduzir os riscos de lesão e aumentar o mais possível a intensidade e eficácia do programa. Para além disso, o personal trainer terá ainda a capacidade de continuar a avaliar a sua condição a cada treino. Isso será com certeza um fator que contribuirá para que o seu treino personalizado seja realmente direcionado para si.

6- HONESTIDADE:

Após o profissional recolher a máxima informação sobre si, os objetivos que inicialmente o motivaram a iniciar a atividade física poderão ter que sofrer alguns ajustes. De nada lhe servirá ambicionar metas muito ambiciosas se estas não forem realistas ou se comprometerem a sua saúde. É aqui que o profissional deverá ter uma posição firme e um papel interventivo em “…dar ao cliente não só o que ele quer mas também o que ele precisa.

7 – FLEXIBILIDADE HORÁRIA:

Outra das vantagens associadas ao treino conduzido por um personal trainer, tem a ver com a flexibilidade nos horários, o que lhe permitirá treinar no horário que mais lhe convier. Mesmo que a sua disponibilidade coincida com um horário em que há maior afluência ao ginásio e as máquinas que pretende utilizar estão ocupadas, a avaliação e decisão do personal trainer sobre qual a melhor opção naquele momento, não o vão deixar “à deriva”, sem saber o que fazer. O mesmo se passa com as aulas de grupo, que normalmente têm horário fixo e que podem porventura ser incompatíveis com a sua agenda.

8 – COMPROMISSO:

Este é um dos motivos mais evidenciados pelas pessoas que adquiriram os serviços de um personal trainer. Convenhamos que o processo de treino não é fácil, estamos a agredir o nosso corpo em busca de adaptações que mais tarde nos façam evoluir fisicamente. Para muitas pessoas, só o simples facto de ir ao ginásio já é um sacrifício, quanto mais fazer um treino exigente. É aqui que entra o personal trainer, pois ao haver este compromisso e responsabilidade partilhada (entre aluno e treinador) perante os objetivos estipulados a aderência ao processo de treino tem muito mais eficácia.

9 – OTIMIZAÇÃO DO TEMPO DE TREINO:

Existem diversas opções de serviços de personal training, sendo que as mais comuns são os treinos de 1 hora e de 30 minutos (indoor, outdoor e domicílio). Portanto, quando se fala em “falta de tempo” para treinar, podemos assumir estes serviços como boas soluções. Sobretudo, quando existe a possibilidade do treinador se deslocar até si e garantir todas as condições para executar o melhor treino possível no tempo que tiver disponível.

10 – EXPERIÊNCIA DE TREINO EXCLUSIVA:

Ter o acompanhamento de alguém que não se limita a debitar exercícios pré-definidos e a contar repetições, pois isso não seria uma experiência exclusiva e distinta. Quando falamos de um serviço premium como é o caso do personal training, é absolutamente imprescindível que o profissional avalie tudo aquilo que o seu corpo tolera e partindo desse ponto de partida, construa os exercícios adaptados às suas necessidades, altere-os sempre que necessário e monitorize durante toda a execução com feedbacks a instruir o movimento pretendido. Uma experiência de treino distinta é isto, é sentir o treinador 100% focado em si, nas respostas que o seu corpo dá e nas adaptações necessárias a fazer para tornar o treino o mais eficaz possível.

Texto de Tiago Gago, Gonçalo André e Flávio Faísca