Blog PTX

Alimente-se bem, sinta-se saudável

A grande maioria de nós, em algum momento, desejou melhorar algo na sua alimentação.

Muitos de nós, provavelmente, acabámos por deixar essas mudanças para segundo plano, convencendo-nos de que não eram assim tão importantes, de que não tínhamos tempo para seguir uma alimentação mais saudável ou que talvez não fosse o momento ideal.

 

De facto, as mudanças alimentares não são alterações fáceis, sobretudo quando procuramos mantê-las de forma consistente, a longo prazo. Não raras vezes, somos a causa do nosso próprio insucesso e frustração. Somos impacientes. Excessivamente perfeccionistas. Estabelecemos objetivos demasiado ambiciosos. Esforçamo-nos demasiado e queremos sentir-nos recompensados a curto prazo. Estará isto errado? Não completamente. Os resultados alimentam a motivação.

O segredo estará, isso sim, na definição de objetivos adequados e na mudança de perceção do sucesso.

Desafiemo-nos, por isso, a agir de forma diferente.

 

Aqui ficam alguns passos que poderão facilitar a definição de objetivos, rumo a uma alimentação mais saudável.

 

1 Escreva o seu Diário Alimentar. Registe tudo o que comer e beber ao longo de, pelo menos, 3 dias. Tudo o que “petiscar” entre refeições, também conta.

 

2 Analise o seu diário de forma crítica. Releia e reflita acerca do que anotou. Procure identificar os principais aspetos que se sente capaz de melhorar.

 

3 Defina objetivos pequenos e realistas, com uma data de concretização a curto prazo. Não se foque no seu Grande Objetivo Final, mas sim nos pequenos passos que pode adotar para o alcançar. Encare cada pequeno passo como um objetivo. Qualquer mudança positiva alcançada será sinónimo de sucesso e deve ser desfrutada como tal. Valorize as pequenas conquistas. Foque-se no bem-estar que vai sentindo, de forma cada vez mais evidente, à medida que adota novos comportamentos. O caminho tornar-se-á muito mais agradável.

O Grande Objetivo? Acabará por ser alcançado, acredite. E talvez demore muito menos do que imaginava.

O mais importante? Quando lá chegar, mantê-lo-á de forma consistente, natural e sem sacrifício.