exercicio idade
saúde
7 de Novembro, 2021

Impacto da prática de atividade física na idade adulta nos custos de saúde

Haverá relação entre a atividade física na idade adulta e redução de custos ao nível de saúde em idades mais velhas?

Especula-se que o investimento na mobilização de mais pessoas para a prática de saúde pode representar um decréscimo em gastos de saúde para com essas mesmas pessoas porque necessitarão menos de recorrer aos mesmos, contudo essa relação ainda é muito limitada pela informação disponível.

Nesse sentido, nos Estados Unidos, procurou-se investigar a associação entre a prática de atividade física nas idades adultas e os custos associados na velhice em termos de saúde.

Alertamos desde logo para a especificidades do próprio país, não só ao nível de toda a política de saúde como o comprometimento para a realização de atividade física e dieta dos próprios americanos. Mas mesmo assim achamos que podemos retirar algumas ilações interessantes que possam servir de fundamento para futuras políticas neste sentido.

Para o efeito, utilizou-se dados fornecidos pela Medicare – sistema de segurança de saúde gerido pelo governo dos EUA e destinado a pessoas de igual ou idade superior a 65 anos, e tentou-se examinar as associações entre o espectro de participação em rotinas de atividade física em vida adulta e os custos para a Medicare.

Atividade física na idade adulta
Atividade física na idade adulta

De forma resumida percebeu-se que adotar e manter um estilo de vida fisicamente ativo, na idade adulta, foi associado a custos mais baixo com a Medicare.

– Os que aumentaram a sua atividade física no início da idade adulta incorreram nos menores custos médios anuais do Medicare em idades mais velhas;

– Comparativamente aos adultos inativos, os adultos que mantiveram níveis moderados ou altos de atividade física durante a vida adulta também incorreram em custos de saúde significativamente mais baixos.

O estudo assim sugere que os custos com saúde poderiam ser reduzidos por meio de esforços na promoção da saúde que forneçam acesso e oportunidades para a participação em atividades físicas durante a vida adulta.

Alimentar a mensagem de que é importante continuar a praticar atividade física para além da adolescência, de forma consistente, é chave neste ideal. Aliás porque aqueles que eram ativos no início da sua vida adulta, mas na meia-idade inativos não beneficiaram na redução de custos após os 65 anos, aliás os seus custos eram equivalentes aos de pessoas que foram consistentemente inativas ao longo da sua vida.

A PTX anseia, pois, pela criação de mais e melhores políticas nacionais e regionais, em particular no concelho de Faro onde estamos localizados, para a promoção da prática de atividade física onde todos os profissionais de saúde e exercício possam dar o seu contributo para o efeito.

Bons treinos.

Referências:

Leisure time physical activity throughout adulthood is associated with lower medicare costs: evidence from the linked NIH-AARP diet and health study cohort | BMJ Open Sport & Exercise Medicine

blog

Treino online
Treino de força
Treino ao ar livre
Treino
Testemunho
Terapia Ocupacional
Sono
Sem categoria
saúde
Reflexão da Semana
Prevenção de lesões
Preparação Física
Preparação Física
Postura
Personal Trainer
Perda de Peso
Osteoporose
Nutrição
Músculos
Multidisciplinaridade
Medicina
Golfe
genética
Futebol
Fisioterapia Desportiva
Fisioterapia
Exercício Físico
Exercício Clínico
Envelhecimento
Entrevista
Ensino
Educação
Direito Desportivo
Diabetes
Desporto juvenil
Cycling
Comunicação
coluna
Ciência
Cardio
Cancro
Biomecânica
Atletismo
atividade física